segunda-feira, 13 de junho de 2011

Quase existi...


Plantei mas não colhi
Seca que me devastou
Brotei mas não flori
Calor que me desfigurou
Chorei mas não sorri
Lágrima que regou
 Sonhei mas não vivi
Realidade que me privou
Quase existi...

                    Jacques Manz




2 comentários:

Isabelle disse...

Quero bater a cabeça infinita mais cem mil e uma vezes, posso ?

Amor, perfeito !!!

Jaques Manz disse...

kkkkkkkkkkkk bate huahu

Postar um comentário