domingo, 12 de setembro de 2010

Dia do SEM

Buscando palavras
Elas raramente fogem de mim
Estão sempre a saltar
Escondem-se somente quando me perco.

Permiti me perder
Permiti a ausência das palavras
Dificilmente acordo assim
De mal com as letras.

E, assim vou de mal a pior
Os piores dias são estes
Quando sinto-me só
Sem meus agrupamentos perfeitos.

Sinto-me analfabeto
Incrédulo
Insensível
Menos humano.

Voltarei ao meu caldeirão
Tomarei sopa de letrinhas
Volto a solidão
No dia do SEM
                   [sem inspiração!

                                                     Jacques Manz

2 comentários:

franciscori disse...

Sen inspiração.....
kkkkkkkkkkkkkkkk
até assim é difícil. Mas acredito que foi depois de tanta festa ontem....
Bom te ver.

Isabelle disse...

Ninguém consegue manter-se ileso eternamente.
Para que não hajas mas "SEM" tornas-te mais "EU", pode ser que funcione-te.
Beijos, Amor LINDO.

Postar um comentário