terça-feira, 21 de setembro de 2010

O velho e o novo



O desconhecido pode assustar. A possibilidade de começar do zero pode ser desestimulante. A despedida pode ser cruel. A ausência de palavras pode ser frustrante. O novo pode ser estranho.
O habitual pode ser monótono. Trilhar eternamente o mesmo caminho pode ser enfadonho. O estar sempre junto pode evitar a saudade. Ter sempre palavras pode permitir nunca se surpreender. O velho pode ser cansativo.
O velho e o novo!
O desconhecido pode maravilhar. A possibilidade de começar do zero pode proporcionar novos horizontes. A despedida pode ser a chance de perceber o valor. A ausência de palavras pode ser fruto da sabedoria. O novo pode fascinar.
O habitual pode ser familiar. Trilhar o mesmo caminho pode ser se especializar. O estar sempre junto garante a cumplicidade. Ter sempre palavras pode garantir firmeza. O velho pode extasiar.
O velho e o novo!
Um jovem experiente. Um ancião tosco.
Viver é um clico de coisas novas e velhas. 
Logo, bom e o ruim vai depender do ângulo que você escolher para ver e viver a vida.

                                                                                                                     Jacques Manz

2 comentários:

Heyder disse...

Adorei, bem estigante. Se cuida.

Francisco disse...

ESCOLHA O DIVERTIDO.
BJS

Postar um comentário