quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Partindo...



Partindo
Parte indo
Parte ficando
Minhas partes
Filho da P-arte
Em parte
Minha arte
Arte de amar
Quem não ama não faz arte
A arte é o toque do amor
No mais oculto de um ser
Partindo
Parte sorrindo
Parte chorando
Choro à parte
Choro de start
Começar é duro
Persistir é ser marte
Quem desistiu não viu
A mulher que pariu
Parir é arte
Parir é o toque do amor
Transformando a mulher em deusa
Parir é uma apoteose da natureza
A dor do parto me faz sorrir
Preciso partir.

                                                                                                    Jacques Manz

4 comentários:

Paola disse...

Gosto da leveza com a qual você escreve!

Manz disse...

owwwwww meu anjooo
saudadeeee
obrigadoo

Isabelle disse...

Amor LINDO...

Ler-te é sempre uma delícia.

Dan disse...

Seus textos são bons demais! Muito expressivo Jacques. Abração brother!

Postar um comentário