domingo, 29 de agosto de 2010

Tarde para amar

Escrito nas estrelas
Um amor para sempre
Achando imortal, descuidou
Ontem doente
Hoje escrito na lápide
Aqui jaz um amor
Agora queres ressuscitar?
Tarde para amar

Sentimento em decomposição
Nutre a flor que desabrocha
Voltarei com perfume de rosa
Fincada firme na rocha
Quem me terá no jardim?
Feliz de quem
Terá o melhor de mim.
Infeliz você que nada tem.

Sentimento nas estrelas
Um amor que desabrocha
Achando imortal o perfume da rosa
Ontem fincada na rocha.
Escrito na lápide do jardim
Feliz de quem tem meu amor
E o melhor de mim ressuscitar
Infeliz de você que se atrasa para amar.

                                                                                                                 Jacques Manz

1 comentários:

Isabelle disse...

Que lindoooooooo....
Um lamento que passemos tanto por amores assim, perdidos, sofridos...

Postar um comentário